EnglishFrenchGermanSpainItalianDutchRussianJapaneseChinese Simplified

 

quinta-feira, março 26, 2015

Apegadas Grande Reserva 2011



Região (DOC): Douro / Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca    / Produtor: Quinta das Apegadas Soc. Agrícola, Lda / Enólogo: Rui Cunha /   Tipo: Tinto /    
Ano: 2011 / Álcool: 14,5%.


Em 2000, Cândida e António Amorim, adquirem no Douro, mais propriamente em Mesão Frio, uma propriedade, conhecida como  Quinta das Apegadascom cerca de 3,2ha dos quais 2ha são vinha,  totalmente reconvertida a partir de 2002. Em 2003 é então oficializada a criação da Quinta das Apegadas Soc. Agrícola, Lda.

Pouco tempo depois surge a oportunidade de adquirirem, também, a centenária Quinta da Velha, localizada  no concelho da Régua, na margem direita do rio Douro, esta com cerca de 14ha, dos quais 10ha são vinha e onde, em 2006, viriam a construir a sua adega.

Este, Apegadas Grande Reserva 2011, é um vinho oriundo da Quinta a Velha, produzido apenas em anos especiais, com os cuidados conferidos a um vinho de topo, dos quais saliento os 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês. Um vinho marcado essencialmente pelos seus 80% de Touriga Nacional e pela moderada presença dos 16% de Touriga Franca que lhe potencia a estrutura.

Um tinto de tom rubi medianamente profundo, nariz, intenso, do qual sobressaem boas notas a frutos silvestres maduros envoltos num subtil toque floral e um indelével toque a barrica expresso pelo seu tom especiado e graciosamente tostado. Na boca, equilibrado e sóbrio, onde os seus polidos taninos  marcam o compasso de uma estrutura bem desenhada suportada por uma delicada acidez que, para além da frescura, incita a um fim de boca amplo e prolongado.

Um tinto que, em minha opinião, apesar da sua belíssima qualidade ficou, pelos excelentes argumentos com que se apresentava, um pouco aquém das minhas expetativas. Contudo estamos perante um belíssimo vinho, com uma boa relação qualidade/preço, que certamente irá agradar a muita gente.

Nota Pessoal:16,5
Preço: €17 (Ref.)






Quinta das Apegadas Soc. Agrí. Lda.
 
5040- 151 Mesão Frio
Tel: (+351) 254 899 438 / 966 000 468
E-mail: apegadas@apegadas.co.pt
Site: www.apegadas.co.pt/

sexta-feira, janeiro 30, 2015

Morgado de Sta. Catherina Reserva 2012



          Região (DOC): Bucelas / Castas: Arinto / Produtor: Quinta da Romeira Sa /        Enólogo: João Corrêa / Tipo: Branco / Ano: 2012 / Álcool: 14%.


Talvez por ser um belíssimo Arinto. Talvez por ser, apenas, um dos brancos de Bucelas que mais aprecio. São ambas fortes razões para que o continue a trazer cá! Agora na sua versão 2012.

Gostaria, como nota introdutória, caso já não o tenham feito anteriormente, de vos propor a leitura de umas breves linhas de enquadramento histórico, sobre o vinho de Bucelas,   Aqui, narrado a quando a apresentação do Morgado de Sta. Catherina Reserva 2010.

Na verdade, no meu artigo anterior, pouco ou nada referi  sobre a  Quinta da Romeira, não me quis alargar demasiado e acabei omitindo alguns factos que não deixam de ser, de certa forma, relevantes para o enquadramento do vinho que aqui vos trouxe. A Quinta da Romeira, existe desde 1703, teve sem dúvida alguma um papel determinante no reconhecido mérito do Arinto de Bucelas. Dos seus 130ha,  75ha são vinha. Para termos uma ideia ,  Quinta da Romeira, detém 37,5%, de toda a área de vinha existente na região de Bucelas, área que ronda sensivelmente os 200 ha.

Atualmente, a Quinta da Romeira é propriedade, recente, da Wine Ventures, liderada por Francisco de Sousa Ferreira, o seu principal acionista. A enologia ficou a cargo de Manuel Pires da Silva e da jovem Maria Godinho, contando ainda  com a preciosa colaboração de Manuel Vieira . Um projeto que se reforça e renova com a entrada, das novas ideias e vontades, destes  exprientes e reconhecidos senhores.

Um Arinto de grande classe, é o que me apraz adjetivar quando me refiro a este Morgado de Sta. Catherina Reserva 2012. Um vinho que nos continua a brindar, na sua essência, com os predicados com que nos habituou nas suas colheitas anteriores.

Um branco de tom citrino claro, no nariz, mostra alguma exuberância, os tons cítricas embrenha-se em notas de ananás maduro e algum maracujá, notas subtis mel e uma evidenciada tosta proveniente das barricas. Na boca mostra-se algo cheio, untuoso e com grande equilibrio,  sustentado por uma excelente acidez que lhe determina a elegância e um fim de boca muito prazeroso.

Penso que após tudo o que aqui referi não seria necessário evidenciar uma vez mais o meu agrado por este Arinto, mas mesmo assim gostaria de o reforçar e recomendar-lhe a sua harmonização com pratos de peixe, carnes brancas e alguns queijos, não muito intensos, mas que exijam um branco já com alguma estrutura.

Nota Pessoal:16,5
Preço: €9 (Ref.)






Quinta da Romeira SA

2670 - 678 Bucelas
Tel: (+351) 219 687 023 / 219 687 071
E-mail: nfo@wineventures.eu
Site: www.wineventures.eu
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...