EnglishFrenchGermanSpainItalianDutchRussianJapaneseChinese Simplified

 

sexta-feira, janeiro 30, 2015

Morgado de Sta. Catherina Reserva 2012



          Região (DOC): Bucelas / Castas: Arinto / Produtor: Quinta da Romeira Sa /        Enólogo: João Corrêa / Tipo: Branco / Ano: 2012 / Álcool: 14%.


Talvez por ser um belíssimo Arinto. Talvez por ser, apenas, um dos brancos de Bucelas que mais aprecio. São ambas fortes razões para que o continue a trazer cá! Agora na sua versão 2012.

Gostaria, como nota introdutória, caso já não o tenham feito anteriormente, de vos propor a leitura de umas breves linhas de enquadramento histórico, sobre o vinho de Bucelas,   Aqui, narrado a quando a apresentação do Morgado de Sta. Catherina Reserva 2010.

Na verdade, no meu artigo anterior, pouco ou nada referi  sobre a  Quinta da Romeira, não me quis alargar demasiado e acabei omitindo alguns factos que não deixam de ser, de certa forma, relevantes para o enquadramento do vinho que aqui vos trouxe. A Quinta da Romeira, existe desde 1703, teve sem dúvida alguma um papel determinante no reconhecido mérito do Arinto de Bucelas. Dos seus 130ha,  75ha são vinha. Para termos uma ideia ,  Quinta da Romeira, detém 37,5%, de toda a área de vinha existente na região de Bucelas, área que ronda sensivelmente os 200 ha.

Atualmente, a Quinta da Romeira é propriedade, recente, da Wine Ventures, liderada por Francisco de Sousa Ferreira, o seu principal acionista. A enologia ficou a cargo de Manuel Pires da Silva e da jovem Maria Godinho, contando ainda  com a preciosa colaboração de Manuel Vieira . Um projeto que se reforça e renova com a entrada, das novas ideias e vontades, destes  exprientes e reconhecidos senhores.

Um Arinto de grande classe, é o que me apraz adjetivar quando me refiro a este Morgado de Sta. Catherina Reserva 2012. Um vinho que nos continua a brindar, na sua essência, com os predicados com que nos habituou nas suas colheitas anteriores.

Um branco de tom citrino claro, no nariz, mostra alguma exuberância, os tons cítricas embrenha-se em notas de ananás maduro e algum maracujá, notas subtis mel e uma evidenciada tosta proveniente das barricas. Na boca mostra-se algo cheio, untuoso e com grande equilibrio,  sustentado por uma excelente acidez que lhe determina a elegância e um fim de boca muito prazeroso.

Penso que após tudo o que aqui referi não seria necessário evidenciar uma vez mais o meu agrado por este Arinto, mas mesmo assim gostaria de o reforçar e recomendar-lhe a sua harmonização com pratos de peixe, carnes brancas e alguns queijos, não muito intensos, mas que exijam um branco já com alguma estrutura.

Nota Pessoal:16,5
Preço: €9 (Ref.)






Quinta da Romeira SA

2670 - 678 Bucelas
Tel: (+351) 219 687 023 / 219 687 071
E-mail: nfo@wineventures.eu
Site: www.wineventures.eu

quinta-feira, janeiro 15, 2015

Munda Touriga Nacional 2007



Região (DOC): Dão / Castas: Touriga Nacional / Produtor: Fontes da Cunha SA / Enólogo: Francisco Olazabal e Joana Cunha / Tipo: Tinto / Ano: 2007 / Álcool: 14%.


Este foi, dos que provei nestes últimos tempos, um dos monovarietais, Touriga Nacional, que melhor expressou o excelente caracter e o elevado potencial desta casta.

Apesar da enorme e reconhecida relevância da Touriga Nacional no contesto vinico nacional, nestes últimos tempos, muitos, talvez demais, sejam aqueles que, neste formato monocasta, não me têm conseguido evidenciar as verdadeiras virtudes da casta.

Talvez seja esta a razão pela qual tenho, tendencialmente,  desde há algum tempo para cá, vindo a preferir a Touriga Nacional, quando integrada em blend. No entanto, pessoalmente, sou grande apreciador desta casta, principalmente quando expressa de uma forma genuína e com alguma maturidade.

De volta ao Munda Touriga Nacional 2007, como já acima referi, um vinho originário do Dão, mais propriamente da Quinta do Mondego, um Touriga Nacional de grande categoria, com 18 meses de estágio em barricas novas de carvalho francês e mais um punhado de anos em garrafa. .

Um vinho de tom rubi denso, levemente profundo, no nariz, aroma sem grande exuberância mas ainda com boa intensidade, pejado de elegantes notas florais, e algum fruto negro bem maduro, algo especiado e subtilmente tostado. Na boca, fresco, cheio, quase mastigável, conjunto muito elegante, balanceado por finos taninos que lhe conferem um final longo e interminável.

Um tinto soberbo que marca pelo seu caracter educadamente autoritário, exigindo pratos ou queijos um pouco mais intensos, poderá tambem ser apreciado a solo como tempero de uma boa conversa.

Nota Pessoal:17.5
Preço: €17 (Ref.)






Quinta do Mondego

Estrada do Mondego - Caldas da Felgueira
3520 Nelas
Tel: (+351) 226 173 525
E-mail: quintadomondego@iol.pt

quinta-feira, janeiro 08, 2015

Curral Atlântis Verdelho e Arinto 2013


Região (DOC): Açores-Pico / Castas: Verdelho e Arinto  Produtor: Curral Atlântis / Enólogo: Paulo Laureano / Tipo: Branco / Ano: 2013  / Álcool: 14,5%.


Para inicio deste novo ano, escolhi um vinho Açoriano. Curral Atlântis (Verdelho e Arinto) 2013o vinho Açoriano de 2013 que, em minha opinião, melhor espelha a qualidade dos vinhos que os Açores têm para oferecer, um vinho Curral Atlântis.

Timidamente lá se vão ouvindo, cada vez mais, algumas vozes impelidas pelo agrado do desconhecido.  " Não fazia ideia ...! Está muito bom! ".


Este é realmente um exemplo de um belíssimo branco, oriundo da ilha do Pico, onde as castas, Verdelho e Arinto dos Açores, através de uvas que brotam de cepas resguardadas por currais de basalto negro, assumem uma expressão muito própria, fazendo destes, vinhos realmente singulares. 



Prova de um dos lotes de vinhos Açorianos de 2013.


Um branco de tom amarelo citrino e aroma marcado pela tropicalidade do maracujá e ananás maduro, na boca, redondo, muito harmonioso e equilibrado, onde a fruta madura envolvida por uma excelente acidez e um subtilíssimo toque a maresia, marca-lhe o seu excelente potencial gastronómico.

Um vinho com um pendor gastronómico diferenciado, premiando harmonizações com entradas e pratos de alguma complexidade agridoce. Vale mesmo apena experimentar!


Nota Pessoal:16
Preço: €9 (Ref.)






Curral Atlântis

Travessa do Valverde
9950-365 Madalena
Tel: (+351) 292 622 534
E-mail:curraldeatlantis1@sapo.pt
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...