EnglishFrenchGermanSpainItalianDutchRussianJapaneseChinese Simplified

 

terça-feira, outubro 05, 2010

Vinha Paz - 2008



Região: Dão
Castas: Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Jaen
Produtor: António Canto Moniz, Lda.
Enólogo: Vines & Wines (Carlos Silva, João Paulo Gouveia e Miguel Oliveira)
Tipo: Tinto
Ano: 2008
Álcool: 14,0%





Nota Introdutória:

O Dão é de facto uma região surpreendente, em tempos, uma das minhas regiões preferidas, se não a minha preferida. Mas por razões que a própria razão desconhece (apesar de se conhecerem algumas) o desalento pelos vinhos desta região foi-se instalando, contudo como querer baralhar as evidencias, por vezes, surgem vinhos que teimam em mostrar que o Dão ainda pode vir a ser o que já foi outrora.

Felizmente alguns poucos produtores ainda nos vão permitindo relembrar o quanto esta região é especial com um elevado potencial vitivinícola, permitindo vinhos nobres, complexos e elegantes.

Os vinhos de Vinha Paz, são produzidos e engarrafados por António Canto Moniz, a partir de uvas provenientes de 7,5 hectares de vinha da Quinta das Leiras, propriedade da família há quase 200 anos e 3 hectares da Barra em Silgueiros, ambas situadas na encosta Norte do Dão com exposição sul nascente compostas por vinhas velhas com mais de 40 anos e vinhas novas com 5 anos.
São vinhos de grande tipicidade que paulatinamente têm vindo a evidenciar-se pela sua qualidade que em alguns dos seus reservas se torna mesmo excepcional.

Vinha Paz 2008, um pedaço do Dão que não nos deixa indiferente, este vinho apresenta-se mais uma vez com um perfil típico.
Submetido a um estagio em meias pipas de carvalho francês e americano, apresenta-se com carácter e elegância , é um vinho que agrada, sem sombra de duvida uma boa compra.


Notas de Prova:

Aspecto rubi de concentração opaca e algo viscoso. Aroma intenso e persistente a mostrar alguma complexidade do qual se destacam notas vegetais , alguma fruta silvestre (groselha, cereja preta …), cacau e um leve balsâmico, tudo muito afinado. Paladar macio, redondo e afinado, a confirmar as boas notas vegetais, fruta silvestre e um leve toque fresco e balsâmico que pautua toda a prova, num conjunto algo encorpado e elegante, com um final longo e persistente.







Nota Pessoal: 16 (Prova a 10 de Set.10)
Preço: €8,40 (Ref.)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...