EnglishFrenchGermanSpainItalianDutchRussianJapaneseChinese Simplified

 

sexta-feira, junho 11, 2010

Paulo Laureano - Premium 2007




Região: Alentejo
Castas: Aragonês e Trincadeira
Produtor: Paulo Laureano Vinus, Lda.
Tipo: Tinto
Ano: 2007
Álcool: 14,5%








Nota Introdutória:

Um belo exemplar Alentejano, com a assinatura de Paulo Laureano, é desta forma que aqui apresento este Premium de 2007.

Apesar de já por diversas vezes ter tido contacto com vinhos deste produtor foi a primeira vez que provei esta sua gama P. Laureano – Premium (tinto).

Gostei!! Vislumbra um bom estágio em madeira e alguma tipicidade proveniente do terroir desta região. Claramente Alentejano ou genuinamente Português como certamente o definiria o seu autor.

Apesar do selo a indicar a origem portuguesa das suas castas estas não estão indicadas no seu rótulo, o que em minha opinião acho uma pena!

Muitas são as vezes em que os produtores optam por não indicar este tipo de informação, há excepção dos vinhos concebidos a partir de vinhas muito velhas com grande diversidade castas, não vejo razão aparente para que esta indicação não venha no seu rótulo ou contra-rótulo, até porque os consumidores de hoje são cada vez mais exigentes, gostam de saber o que bebem, e esta para além de outras pequenas indicações tais como, tipo e tempo de estágio, etc, vão certamente contribuir para além do esclarecimento aos mais curiosos fomentar a educação e um gosto mais fundamentado pelo vinho.

Paulo Laureano – Premium 2007, um vinho muito equilibrado, de grande capacidade gastronómica, sem sombra de dúvida uma belíssima aposta!


Notas de Prova:

Aspecto límpido de cor rubi, levemente profundo e brilhante. Aroma boa intensidade e persistência, destacam-se as boas notas a fruta preta, compota, chocolate negro, tosta e um leve e envolvente fumado proveniente das barricas. Paladar confirma as boas notas a fruta preta (amora, ameixa, cereja…), ponteado por leves nuances balsâmicas e a barrica, num conjunto encorpado, pautado por um belo equilíbrio que se estende ao longo de toda a prova, com um fim de boca longo e persistente.



Nota Pessoal: 16,5 (Prova a 10 de Mar.10)
Preço: €11,00 (Ref.)

3 comentários:

  1. João Belchior15 junho, 2010

    Caro Sr.

    Deparei-me com uma situação que não consigo entender, como é que este mesmo vinho do mesmo ano apresenta algumas garrafas com um teor alcolico 13,5% e outras de 14,5%?

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  2. Caro Jóão Belchior,

    Tem toda a razão, nessa estranheza, embora ela tenha uma explicação simples. Em 2007, o PL Premium Tinto teve dois lotes, que embora semelhantes em perfil, tinham um teor alcoólico distinto, como pode comprovar.
    Já 2008, desenhado com Aragonez, Trincadeira e Alicante Bouschet é um lote único de 100.000 garrafas com 14,5% Vol., que o convido a provar. Bons Vinhos. Paulo Laureano

    ResponderEliminar
  3. Caro João Belchior,

    Não são todos os dias que podemos ver as nossas dúvidas enófilas esclarecidas directamente pelo produtor, como ontem aqui aconteceu. Gostaria de aproveitar para agradecer ao Eng. Paulo Laureano a prontidão com que esclareceu a dúvida levantada por um dos visitantes deste blog.

    Bons Vinhos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...