EnglishFrenchGermanSpainItalianDutchRussianJapaneseChinese Simplified

 

terça-feira, 19 de Julho de 2011

Tapada dos Monges - Vinho Verde (branco)



Vinhos Verdes Tapada dos Monges, produzidos por Manuel Costa Carvalho Lima & Filhos. Empresa familiar fundada em 1971 e a produzir vinhos desde então.

Em 2005 com a construção de uma moderna adega de vinificação, ganham nova impulsão, apostam claramente no reforço da qualidade dos seus vinhos e partem em busca de uma identidade própria.
Em 2007 com a entrada da 3ª geração da família, o enfoque ajusta-se para além da consolidação dos objectivos anteriores o rumo à  internacionalização  surge como o novo desafio.

Cada vez mais depararmo-nos com vinhos verdes muito equilibrados, com níveis de acidez bastante aceitáveis e aromas bastante expressivos. Enfim, vinhos feitos a pensar na exigência de um mercado que cada vez mais, busca vinhos mais directos e consensuais.

Um monovarietal "Alvarinho" e um blend de três das castas "Loureiro, Arinto e Trajadura" são estes os sustentáculos dos vinhos que aqui vos apresento. Vinhos frescos para pratos frescos, com excelentes prestações também como vinhos de entrada. São estes os pontes fortes destes vinhos, que se ajustam na perfeição como companhia para leves refeições e fins de tarde deste Verão presenteiro.



Tapada dos Monges - 2010


Região: Vinho Verde
Castas: Loureiro, Arinto e Trajadura
Produtor: Manuel Costa Carvalho Lima & Filhos Lda.
Enólogo: Guilherme Pereira
Tipo: Verde (Branco)
Ano: 2010
Álcool: 11,%










Notas de Prova:

Se me pedissem para caracterizar este vinho com duas palavras apenas, estas seriam "fresco e elegante".  É efectivamente o que me ocorreu perante a frescura, a  delicadeza e a leveza com que nos brinda. A sua qualidade , os seus  11% de álcool,   torna-o  numa companhia despretenciosamente  agradável para este verão, vale mesmo apena ter umas quantas à mão.

Aspecto de cor cítrica algo pálida, límpido e brilhante.

Aroma expressivo e delicado, num registo onde claramente predominam notas a frutos tropicais, mais subtilmente podemos apreciar fugazes notas florais balanceando por entre leves insinuações a citrinos, numa agradável harmonia e frescura.

Paladar fino e elegante, confere à boca as boas notas a fruta tropical, e onde se insinuam leves notas florais, alguma casca cítrica e maçã. A correta acidez e o suave e fino gaseificado promovem a frescura e a leveza com que se cita ao longo de toda a prova sem desequilíbrios termina com começou fino e elegante.



Nota Pessoal: 15,0 (Prova a 25 de Mai. 11)
Preço: €3,49 (Ref.)



Tapada dos Monges - Alvarinho - 2009
  

Região: Vinho Verde
Sub Região: Monção e Melgaço
Castas: Alvarinho
Produtor: Manuel Costa Carvalho Lima & Filhos Lda.
Enólogo: Guilherme Pereira
Tipo: Verde (Branco)
Ano: 2009
Álcool: 12,5%









Notas de Prova:

A carregar a responsabilidade de ser um Alvarinho e as analogias que dai resultam, pautua-se por um perfil alinhado com novos rumos, com aromas algo mais expressivos e sem o gasificado de Alvarinhos de outros tempos.

Um vinho bem conseguido, não sendo deslumbrante é claramente um belíssimo representante da Sub-região Monção e Melgaço. Um vinho para ser consumido novo e a temperaturas entre 8° e 9 ° . Para mim para ser bebido já, a sua acidez assim o determina. A permite boas harmonizações com grelhados de peixe e algumas iguarias de verão.

Aspecto amarelo citrino, límpido e levemente brilhante.

Aroma  delicado marcado por notas a pera, goiaba e algumas notas citrinas  que se misturam com leves sensações vegetais e uma mineralidade algo ligeira.

Paladar suave e harmonioso a mostrar para além do seu lado frutado um lado mineral algo discreto, potenciado por uma acidez media bem integrada, num conjunto equilibrado e apelativo, ao qual padece unicamente um pouco mais de vivacidade.







Nota Pessoal: 15,5 (Prova a 25 de Mai. 11)
Preço:€ 14,80 (Ref.)

PS. Amostras facultadas pelo produtor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...